mulheres viajantes · Viagens · viajando sem grana

Diário de Bordo: Urca ~ Rio de Janeiro, RJ (julho/2016)

Dia 01 Urca Logo no início do ano comprei as passagens com as milhas do cartão de crédito, tendo que inteirar apenas a taxa de embarque nacional e assim, peguei um horário cedinho no aeroporto de Congonhas. De casa até lá gastei 1h15 de transporte público: peguei o metrô até a estação São Judas na linha… Continuar lendo Diário de Bordo: Urca ~ Rio de Janeiro, RJ (julho/2016)

mulheres viajantes · viajando sem grana

Diário de Bordo: Trindade, RJ (dezembro, 2014)

Praia do Meio – Trindade, RJ Como estávamos hospedadas em Paraty, fizemos um bate e volta em Trindade num percurso que demora 1h para ir, 1h para voltar. Como chegar Para chegarmos a Trindade, pegamos um ônibus circular que sai na rodoviária de Paraty a cada uma hora pela empresa Colitur. O esquema é pedir… Continuar lendo Diário de Bordo: Trindade, RJ (dezembro, 2014)

mulheres viajantes · viajando sem grana

Diário de Bordo: Paraty, RJ (dezembro/2014)

Como chegar O trajeto São Paulo – Paraty é feito pela viação Litorânea, saindo do Tietê, tomando o bus em Paraty e por cerca de 130 reais, se faz o trajeto. Hospedagem Eu e Ju nos hospedamos num quarto coletivo feminino com banheiro compartilhado no Casa do Rio Hostel. Esse é um hostel até certo… Continuar lendo Diário de Bordo: Paraty, RJ (dezembro/2014)

mulheres viajantes · viajando sem grana

Diário de Bordo: Granada, ESP (julho, 2014)

Cheguei a Granada de trem, pela empresa Rail Europe, vinda de Sevilha. A viagem tranquila durou cerca de três horas. Granada é um daqueles lugares tão apaixonantes que te faz arrepender de ter ido embora e deixado-o para trás. Hospedagem e o Bairro Albaicín Reservei uma vaga no quarto coletivo feminino do Makuto Hostel . À época, foi… Continuar lendo Diário de Bordo: Granada, ESP (julho, 2014)

mulheres viajantes · viajando sem grana

Diário de Bordo: Ilhabela, SP (novembro/2013)

Travessia de Balsa São Sebastião – Ilhabela Para chegar em Ilhabela, pegamos o ônibus da viação Litorânea no terminal Tietê em São Paulo, com destino para São Sebastião. Chegando lá , pegamos a balsa para Ilhabela, que para pedestres não tem custo. A travessia leva em média 20 a 30 minutos. O trajeto de São Paulo… Continuar lendo Diário de Bordo: Ilhabela, SP (novembro/2013)

mulheres viajantes · viajando sem grana

Viajando de trem pela Espanha

A viagem de trem é uma experiência e tanto. Utilizei-o duas vezes. A primeira, fiz o trajeto Sevilha-Granada. A segunda, o trajeto Granada-Barcelona. Eu nunca havia viajado de trem e como estava sozinha, demorou para cair a ficha de como funciona. Quando cheguei na plataforma, pensei que haveria alguém cobrando a minha passagem logo na entrada. Que nada! Você… Continuar lendo Viajando de trem pela Espanha

fotografia · mulheres viajantes · viajando sem grana

Diário de Bordo: Quentar, ESP (julho/ 2014)

A minha passagem pelo povoado foi quase tão meteórica quanto a passagem por Cádiz, mas aqui pude desfrutar de dois dias. O povoado me apareceu nas buscas que fiz por hospedagem no Couchsurfing para Granada. Uma das únicas pessoas que me responderam, teve um imprevisto com a visita da mãe e eu interessada por Quentar, me joguei para conhecê-la. Lendo… Continuar lendo Diário de Bordo: Quentar, ESP (julho/ 2014)

mulheres viajantes · Viagens · viajando sem grana

Diário de Bordo: Sevilha, ESP (julho / 2014)

Aproveitei uma promoção da empresa low cost Ryanair e me joguei rumo a Sevilha por vinte euros. O trajeto é curto, cerca de 3 horas. Apenas cuidado com a bagagem, se houver excesso, o valor a ser pago é assombroso. Por lá a minha hospedagem foi mais uma grata surpresa, dessa vez possibilitada pelo Couchsurfing. Miguel… Continuar lendo Diário de Bordo: Sevilha, ESP (julho / 2014)

Dança

Tribalizando: ATS no Momento Movimento (junho/2016)

No último final de semana, participei junto com a minha sister Irene Rachel do evento Momento Movimento. Esse evento constitui uma mostra de artes dos alunos da ETEC de Artes, um dos antigos pavilhões da penitenciária do Carandiru, que fica atualmente no Parque da Juventude. As apresentações percorreram as mais diversas linguagens como vídeo dança, performances, cenas… Continuar lendo Tribalizando: ATS no Momento Movimento (junho/2016)