indicação viagenzística

Indicação viagenzística: Pequenos Monstros

11377251_666755636802007_1298337042632317396_n

O blog “Pequenos Monstros” é comandado por um casal, Felipe Pacheco e Debbie Corrano que juntos com seus cachorros Luca e Lisa viajam o mundo. Ambos são publicitários e abandonaram os seus empregos fixos para fazer valer o seu sonho. Seria mais uma história fantástica de nômades viajantes, se não fosse o fato de eles serem bem sinceros e contarem o cotidiano em outros países. Atualmente, eles estão morando na Europa com QG em Berlim. Se eu não me engano, em breve irão morar uns meses na Tailândia.

Me identifico bastante com o blog deles, por ser a história de um casal que ama viajar e tem isso como uma das prioridades (como eu e o boy, porém em intensidades distintas. Afinal, não largamos nossos empregos e nem está nos planos, rs!) e por colocarem mais um tom de realidade, contando os percalços para sobreviver na gringa e em grande parte das vezes fazendo os trabalhos de freelancer de publicitário.

14361330_906630676147834_8787914430688852630_o

 Um trecho bacana sobre um post da Debbie, o “Sério que vocês acreditam no Instagram?”

“Acho que o grande propósito das redes sociais não é e nunca foi mostrar seu cotidiano – a não ser em algumas redes, como o Snapchat, e nem nele é tão natural assim – mas sim compartilhar o que você acha de mais interessante naquele dia, na semana ou no ano. E talvez a parte mais interessante do seu dia não seja trabalhar de pijama com uma xícara de chá meio vazia. As redes sociais são, sim, um só pedacinho bem pequeno da sua vida. Aquela olhada rápida pela janela. Só um frame. E eu não consigo entender porque as pessoas acreditam que isso seja um problema.

Por trás de cada foto do Instagram existe um punhado de realidade que ninguém vê. Porque quase ninguém faz questão de mostrar e guardar aquela cena para sempre. Sabe quando um personagem resolve mudar de vida em um filme, e toda a história acelera com uma música de fundo enquanto ele faz várias coisas para chegar no seu objetivo final, que é o que realmente importa ali? É um ótimo paralelo entre a nossa vida real, comum, palpável. Essa que existe entre os cliques lindos que você publica no Instagram quando para de trabalhar por 5 minutinhos – exatamente da mesma forma que todas as outras pessoas.

Quando você abre os álbuns de fotos antigas da sua família, o que você vê? O casamento dos seus pais, seu aniversário de sete anos, um dia que você se vestiu de caipira no colégio, sua cachorra bebê embaixo da mesa de Natal. Fotos são um reflexo de coisas que você quer guardar para sempre e lembrar, com imagens nítidas, quando quiser. Eu aposto que você vai encontrar poucas fotos mais “reais” de você com o dedo no nariz ou da sua mãe cozinhando o arroz e feijão de todo dia. Muito menos fotos de momentos tristes.”

Falando em instagram, eles têm três. Um do Felipe, outro da Debbie e outro do monstrinhos deles.

13938200_881701641974071_6846729841777414312_o

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s