brasil · mulheres viajantes

Diário de Bordo: Arraial do Cabo – dia 03: Praia do Forno (2017)

20161229_084521

Acordamos cedinho no terceiro dia rumo à praia do Forno e pegamos um ônibus às 8h da manhã e mesmo nesse horário, já pegamos um pouco de congestionamento e em meia hora chegamos ao nosso ponto, a praia dos Anjos. Vale ressaltar que é um absurdo o valor da passagem para uma cidade tão pequena e com uma renda baixa para grande parte da população: R$ 4,95.

Chegando à Praia dos Anjos, dirija-se à esquerda, onde estará todo o movimento para o porto em busca dos passeios turísticos e para a trilha rumo á Praia do Forno.

Antes de irmos, li bastante sobre a trilha e as pessoas falando que era tranquilíssimo. Pois, bem, fui de tênis por garantia. O fato é que a trilha não durou quinze minutos para mim risos. Gastei uns quarenta minutos e vi muita gente desistindo pelo caminho. Ela é meio asfaltada, porém é muito íngreme e a pedra por ser industrializada fica um bomba com a areia, super lisa. Então, foco na missão e gruda em alguém porque se você grudar na vegetação, danou-se que é só espinho. Euzinha com toda a categoria possível, grudei no mozão e fui sem grande sufocos. Mas vale o aviso, pois vi senhorzinhos pelo caminho, gente passando sufoco com criança. Se não é a sua vibe ir na trilha ou se você chegar lá por umas 10h quando o sol estiver daquele jeito, vá até a praia dos Anjos e pegue um acquatáxi por 10 reais.

20161229_130105

Ali a exploração come solta! Não há banheiros públicos e o único quiosque que tem na praia, tem um banheiro sem pia. Não há sombras e se você não trouxe um guarda-sol potente, nem se arrisque a abrir o seu, pois eles quebram com os ventos de Arraial. Alugar guarda-sol e cadeira vai te fazer gastar uns 40 reais, no mínimo. No quiosque que sentamos, o gasto mínimo era de 120. Sim, foi um tiro. Assustador esse valor e tudo mega faturado. O PF era 50 reais, por exemplo. Deixamos pra comer na cidade, mas acabamos gastando esse valor de consumação com bebidas e uma porção. Esqueça a cervejinha gelada, era é tão cara quanto xoxa.

O que vale mesmo é esse visual incrível!

20161229_093740

O mar é tranquilinho, transparente e um pouco geladinho. Nada que não aplaque o calor de um janeirão no RJ. A maré e o vento costumam causar a partir das 14h da tarde. A maré sobe beem rápido e começa aquela loucura de puxar as coisas e as pessoas pra areia.

20161229_083848

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s