mulheres viajantes · Viagens

Mulheres Viajantes: Viajando sozinha ~ Luiza Cury

Eu sou Luiza Cury, tenho 20 anos e sou simplesmente apaixonada por viagens. Decidi fazer o instagram “Quer Viajar Comigo?” para dar dicas sobre os lugares que eu já fui e a primeira pergunta que eu me fiz e que as pessoas me fizeram foi: “Mas e se der certo, você vai viajar sozinha?”.

Eu já viajei sozinha para lugares próximos de BH (minha cidade), para passar final de semana, e com amigas e com minha irmã. Sempre foi tudo muito tranquilo, mas a tensão dos familiares fica explícita. Não sem razão.

No ano de 2017 pretendo fazer uma viagem de 7 dias completamente sozinha, para me conhecer melhor, passar por uns perrengues, explorar o que eu estiver com vontade, e entre outros atrativos que estão me fascinando. Sempre tive esse sonho e assim que eu tiver a oportunidade eu vou realizá-lo.

Muitas mulheres me perguntam, por direct no meu instagram e por snapchat, minha opinião sobre viajar sozinha. A preocupação delas se dá por diversos motivos. O mundo é muito machista, então acaba sendo mais perigoso para as mulheres do que para homens a decisão de viajar por aí “sem companhia”.

No início deste ano aconteceu um caso muito emblemático que ilustra isso que estou dizendo: duas mulheres argentinas resolveram explorar a América latina juntas e foram estupradas e mortas logo no início da viagem por um monstro. As mídias que vincularam o caso colocaram a seguinte chamada: mulheres, viajando sozinhas, foram atacadas e mortas. O questionamento que fica é: sozinhas? Mas uma estava com a outra. O sozinha aqui refere-se a falta de um homem na viagem. Se isso fosse um caso isolado, as pessoas poderiam dizer que eu estou fazendo drama, mas sabemos que não é verdade.

Por esse motivo, a preocupação de todas minhas seguidoras é completamente legítima. Porém, eu acho que quanto mais nos escondemos, nos curvamos a essa realidade, deixamos de fazer aquilo que estamos com vontade por medo, mas a realidade vai ficando cruel pras mulheres, e isso gera um ciclo vicioso.

Portanto, o que eu tenho a dizer é: viaje! Viaje sozinha, com amigas, com a família, com namoradx, companheirx, filhxs. Viaje como e quando quiser e puder. Não se deixe levar pelo medo, pela insegurança. Se você está com vontade de fazer, faça! Claro que nós mulheres temos sim que tomar os devidos cuidados, porque por enquanto o mundo ainda não mudou a ponto de podermos sair sem preocupação nenhuma (mas vai mudar, eu tenho esperança). Mas não deixem de fazer nada por medo de uma coisa que nem aconteceu! Cautela é uma coisa, medo que paralisa é outra!! 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s